Piercing – Conheça os perigos e suas complicações

O Body Piercing é uma forma de modificação corporal a que cada vez mais jovens aderem, não pela sua cultura mas cada vez mais pela expressão corporal, mas esquecem-se de se informar quais são os perigos e as complicações que este tipo de piercing podem trazer.

As infecções tem aumentado cada vez mais de dia para dia devido à falta de cuidado das pessoas que colocam piercings, gerando assim infecções graves. Muita gente ainda pensa que a colocação de um piercing é de risco nulo, mas não é bem assim.

Embora este blog seja sobre piercing, gostamos de informar as pessoas antes que esta cometam erros que nunca imaginaram.

Quando se faz um piercing deve se ter noção que para o fazer terá de furar a pele, caso não saiba a pele é o nosso maior órgão de defesa, e furada acaba por deixar passar de defender o nosso corpo estando sujeita a infecções.

Os locais onde costumam ser colocados a maioria dos piercings e que estão mais susceptíveis a problemas são a língua e a orelha. Tendo em conta que são zonas onde  a cartilagem apresenta uma zona vascular sanguínea bastante pobre o que vai tornar as infecções mais difíceis de tratar.

Algumas infecções poderão evoluir e assim tornar uma simples infecção num abcesso.

Voltando ao piercing na língua, e ao contrário da orelha, a língua é uma zona extremamente vascularizada ou seja é uma zona onde um mínimo de bactérias poderão causar logo bastante impacto no corpo inteiro.

Com isto tudo não quer dizer que fazer um piercing seja má ideia, mas deve ter isto em conta antes de furar o seu corpo.

Outras problemas causados pelos piercings:

  • Dores
  • Alergia ao metal
  • Infecções da zona genital
  • Hepatite B, C e HIV (sida)

Use Facebook to Comment on this Post

2 thoughts on “Piercing – Conheça os perigos e suas complicações

  1. Só tenho a dizer que tenho piercings,um na língua que nunca me deu problemas,tive muita sorte que nem um bocado inchou,já o tenho há anos,basta ter a mesma higiéne como alguém que nâo tem,tenho outro por baixo do lábio que também nunca me deu problemas,óbvio tal qual como um simples furo na orelha feito por um ourives é preciso limpá-lo,assim como o que tenho na entrada da orelha e no nariz.Portanto com ou sem piercings quem não tiver higiéne corporal obviamente que contrai bactérias.Há também que se informar bem antes de fazer qualquer piercings,pois hoje em dia qualquer cromo faz um piercing,portante pessoal se decidirem pôr piercings dirigam-se a profissionais.Não posso deixar passar a minha revolta quanto a essa gentinha preconceituosa que critica quem usa piercings e tattoos,porque somos apontados como drogados e muito mais.Pois há para aí muitos engravatadinhos e tipas todas bem arranjadinhas que parecem santinhas e no fundo muitos deles só sabem é lixar a vida à malta.Por isso aqui vai : ABAIXO O PRECONCEITO!!! E antes de nos apontarem o dedo lembrem-se que têm três virados para vocês PRECONCEITUOSOS.Não julguem as pessoas pela aparência.

  2. Tal como a Dina, sempre fui adepto do percing. Entre outros sitios usei um na lingua durante mais de 12 anos e nunca me deu problemas. Sempre tive o maior cuidado com a higiene da minha boca e nunca usei outro material para além do metal não alérgico usado em objectos cirurgicos. Acontece que há uns dias acordo com a lingua inchada, quase que nem podia falar. Não tinha muitas dores, mas estava vermelha e o volume era tal que resolvi tirar eu mesmo o piercing, correndo em pânico ao hospital. Após alguns exames e muitas horas de espera, fui informado que teria de ser internado para observação, pois não conseguiam fazer um dignóstico preciso. Durante 3 dias fui observado, picado, colocado a soro porque não conseguia comer, e pensei no pior. Foram dias de angustia, apesar de estar a reagir á medicação.

    Quando tive alta vim para casa medicado, mas sem a certeza de que não seria mais nada para além dum abcesso. Aquilo que pensamos que nunca nos vai acontecer poderia estar a ser real para mim. Consultei alguns sites sobre este problema e o que pude ler ainda me deixou mais preocupado. Ás vezes não damos ouvidos a quem sabe… Conforme me explicaram a lingua tem milhares de bactérias e sendo um local quente e humido, qualquer ferida (ou neste caso orificio) é uma porta de entrada para as tais bactérias. Quando o nosso sistema imunitário está em baixo por algum motivo (stress, doença ligeira etc), fica mais vulnerável. É aí que podem aparecer os problemas. Estou a recuperar, mas ainda na incerteza sobre se será apenas o tal abcesso ou algo de mais grave, cujo nome até assusta dizer.

    Cada um é livre para fazer o que bem ententer. No meu caso tive que passar pela situação para aprender com erro. Eu sei que não é fácil seguir conselhos de ninguém (eu que o diga), mas vale a pena parar e pensar antes de nos “colcarmos a jeito”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *